terça-feira, 12 de maio de 2009

JUSTIÇA... AINDA NÃO.


Justiça nega a casal lésbico de São Paulo o direito de registrar filhos com nomes das duas mães...


A Justiça paulistana negou na última sexta, 08, o pedido de tutela antecipada que daria a um casal lésbico da Grande São Paulo o direito de registrar seus dois filhos gêmeos com os nomes das duas mães.


Adriana Tito Maciel ficou grávida graças à implantação em seu útero de óvulos doados por sua companheira, Munira Kalil El Ourra.As crianças nasceram em 29 de abril e, mesmo antes do parto, as mãs já iniciavam a batalha para poder registrá-las em seus nomes. Com o pedido de tutela negado pelo juiz da 6ª Vara da Família do Fórum de Santo Amaro, a decisão final sobre o caso só deve sair quando o magistrado julgar definitivamente a ação de filiação impetrada pelo casal há cerca de um mês.


Adriana disse ao G1 que ainda vai consultar sua advogada, a especialista em direito homoafetivo Maria Berenice Dias, para saber quais devem ser seus próximos passos. "Eu gostaria que o juiz tivesse sido favorável. Infelizmente a gente não pode fazer nada neste sentido. Vamos ver que decisão as advogadas vão nos indicar", afirmou Adriana. A advogada do casal quer que as certidões de nascimento tragam os nomes das duas mulheres sem especificar quem é a mãe biológica...



Fonte: MixBrasil

2 comentários:

Batom e Boné disse...

" Brasil, mostra sua cara, quero ver quem paga pra gente ficar assim"

É me parece que não foi desta vez que Justiça será feita, acho que o que deveria estar em questão não é o fato delas serem um casal lésbico e sim o fato que antes de tudo elas são MÃES. E negar o direito a isso é mais que injusto,porém nossas leis, ainda são mais que ultrapassadas para legalizar e na verdade acho dificil que façam uma nova constituição, pois isso a tempos esta só na promessa e nós ficamos aqui. Continuamos pagando impostos como todos os Heteros, muitos de nós fazendo grndes investimentos, porém não temos os mesmos direitos que as outras pessoas tem, continuamos apensa a cumprir nossos deveres e NOSSOS DIREITOS CADÊ? ATÉ QUANDO?

UFA!DESABAFO.....

BEIJOS MENINAS!

Duda disse...

Oii!
Veja vc como são as coisas, a luta não tem fim, esse casal lutou tanto pra ter essa criança superando o preconceito e os tabus da sociedade heteronormativa, e agora continuam enfrentando as regras daquilo que eles consideram " o normal".
Depois os homossexuais é que se vitimizam demais... Ai, ai.

Divulgamos o Meninas & Meninas no Lesbosfera, é um enorme prazer estarmos juntas nessa luta! Bjos!